terça-feira, 30 de novembro de 2010

Natal - Presentes sem gastar muito dinheiro


Em tempos de crise já frisei que o importante é festejar e todos os motivos são bons. Se festejarmos o Natal então todos os motivos são ainda melhor.
Mas ao contrario do que se pensa, o Natal nada tem haver com presentes e gastos excessivos de dinheiro.
Certamente que já todos começaram a pensar nas prendas de natal...
Tenho ouvido toda a gente a dizer que este ano por causa da crise vai haver menos prendas de natal, Ninguem diria a ver pelas movimentações nos centros comerciais. Eu não concordo que se deixe de oferecer nada por causa da "crise" devemos oferecer sempre alguma lembrança a alguém que nos diz algo ou nos diz muito, apenas penso que o valor monetário da lembrança se deve adequar ao tamanho da nossa bolsa.
Não é dificil encontrar lembranças a preços acessiveis, nem se quer é necessário correr a loja dos chineses à procura da melhor oportunidade, a unica coisa que precisamos verdadeiramente é conhecer bem a pessoa, os seus gostos, os seus interesses e fica tão fácil comprar ou até mesmo fazer algo ao gosto da pessoa!

Aqui ficam as minhas dicas de poupança para se ter um natal recheado mas poupadinho.

1 – Faça uma lista com as pessoas a quem gostaria de oferecer prendas. Faça, leia-a, relei-a para ter a certeza que não deixou ninguem de fora e não andar á ultima da hora na loucura de “ainda me falta a prenda para...”

2- Siga a lista à risca, não começa a “inventar” pessoas para oferecer presentes, como a amiga-de-não-sei-da-onde-que-já-não-vejo-à-não-sei-quantos-anos e similares.

3- Esteja preparado para receber presentes inesperados. Com a aproximação do Natal as pessoas tendem a esquecer a crise e começam a oferecer pequenas lembranças estilo caixas de bombons, garrafas de licores, etc. E nós, apanhados de surpresa pela oferta sentimo-nos na "obrigação" de retibuir. Por isso o meu conselho nestes casos é ter de antemão lembranças preparadas. A lembrança pode consistir em algo feito por si: bolachas caseiras embrulhadas num pacote, sal aromatizado, essencia de baunilha, azeite aromatizado, bijuteria ou qualquer outra manualidade que tenha gosto fazer ou então tão simplesmente um postal de natal personalizado com a sua familia ou os seus filhos.

4- As pessoas que colocou na sua lista serão aquelas que conheçe bem, geralmente familia e amigos próximos, sabe (ou deveria saber) os gostos pessoais de cada um, tente encontrar um presente a um preço acessivel que se enquadre no gosto da pessoa, irá gostar muito mais do que receber algum presente mais caro mas que não lhe diz absolutamente nada.
Se não sabe os interesse da pessoa tem duas opções: pergunte-lhe o que lhe faz falta ou então ofereça algo para a casa, o que é também uma boa opção.

5- Não deixe as prendas de natal para a ultima hora, faça um “estudo” das prendas que tenciona oferecer, veja se tem o dinheiro necessário para as adquirir, se não for o caso, reveja as prendas e opte por coisas mais baratas. Tente sempre optar por opções mais economicas em vez de recorrer a créditos, lembre-se que o espírito do natal não tem nada haver com o consumo, o acto de oferecer e receber prendas é apenas um sinónimo de partilha e união. Se perguntar a maioria das pessoas diriam que o que gostam mais no natal é do jantar, e da reunião familiar, aposto que só as crianças refeririam os presentes em 1º lugar.

6- Ofereça somente um presente. Eu sei é dificil especialmente no que toca às crianças, mas lembre-se que possivelmente eram receberam mais coisas da parte de outros familiares e que no fim tudo somado dá muita coisa. O que as crianças mais gostam é dos embrulhos enormes, de rasgar o papel e afins, vistas as coisas metade das coisas que recebem no natal, só terão a sua atenção por um periodo curto de tempo, no resto do tempo as coisas ficarão abandonadas a um canto.
Ensines-lhe desde cedo a dar valor às coisas que já tem. Faça-lhes ver que no mundo há outras crianças que nunca sonharam sequer em ter nem 1% do que eles já possuem. Uma boa opção nesta altura do ano é escolher com a criança 2 ou 3 brinquedos antigos dela que ela já não use ou então que queira mesmo dar a outros meninos mais carenciados, entregando os brinquedos em instituições de solidariedade ou mesmo em IPO’s, paróquias locais ou campanhas de rua que costumam haver por esta altura do ano.

7- Opte por presentes uteis. Prefira oferecer coisas que uma pessoa “precise” ao invés de uma coisa que uma pessoa “queira”. As coisas que uma pessoa “precise” serão uteis, serão usadas e reusadas quase diáriamente, enquanto que regra geral as coisas que uma pessoa “queria” terão o uso da novidade e acabaram por ficar esquecidas a um canto, mal passe o efeito novidade.

8 - Pode começar a pensar no Natal durante o Ano. Aproveite promoções de Livros, ou Cd's ou de algum produto (ex. roupa), embrulhe-as e escreva o nome a quem se destina para não se esqueçer. É uma opção que nos dá duas vantagens: é mais economica, não só por termos aproveitado o desconto, mas atmbém porque dividimos as prendas ao longo do ano, não sendo um saldo final tão pesado em Novembro/Dezembro e além disso poupa.nos tempo e preocupação, pois são presentes com os quais não teremos de nos preocuparcom a aproximação do Natal.

9- Este Natal esqueça as lojas chinesas e opte por produtos Nacionais.
10- Posto isto deixo aqui algumas ideias de coisas que puderão ser uteis e que por norma são económicas:

ROUPA:
- Pijamas
- camisas interiores
- pantufas
- a tão famosa Peúga ou meias com antiderrapante de andar por casa
- polos quentes (estilo polos polares) ou camisolas de mala
- roupões de banho ou de quarto (estes jão não são muito economicos, mas dão sempre jeito)
- camisas
- encharpes
DIVERSÃO:
- Livros (tem livros para todos os gostos: literatura, culinária, desporto, banda desenhada, espirutual..)
- Cd’s
- DVd’s ( filmes, musicais, desenhos animados)
- bilhetes para espectáculos
- caixas de experiências (ha para todos os gostos e todas as carteiras, eu pessoalmente não penso que seja algo impessoal, por exemplo eu falava á tanto tempo que queria uma massagem e no ano passado recebi uma casa que me dava á escolha massagens que eu nem fazia ideia e eu adorei! para o meu B poderia-lhe oferecer uma que lhe proporcionasse um track day num circuito e também sei que iria adorar, mas calro está, é preciso saber o gosto da pessoa)

CASA:
- Garrafa de vidro para água (por exemplo colocar água no frigorifico)
- Travessas ou pratos para servir bolos/doces
 - travessas para aperitivos
- manteigeira
- moinhos para sal/pimenta
- formas de biscoitos/bolos (para quem goste de cozinhar)
- toalhas de mesa
- frascos para armazenar compotas, massas, arroz, etc.
- velas aromáticas
- Copos de pé
- chavenas café/chá

COLECÇÕES:
- canetas
- isqueiros
- miniaturas (carros, biblôs, etc.)

Ervilhas com ovos escalfados

Confesso que não sou, nem nunca fui grande apreciadora de ovos. Ovos para mim servem para fazer bolos ou algo similar (scones, crepes, quiches) e quando a produção de doçaria é grande os ovos voam a uma velocidade alucinante. Como já estamos na época fria pensei que iria ficar muito mais tempo por casa a fazer lançinhos gostosos, mas não tem sido o caso e a embalagem de 24 ovos que tinha comprado para o mês ainda ia a metade com o  prazo de validade a se aproximar rapidamente do fim, se ha muitos produtos que eu acho que o prazo de validade é completamente desnecessário (por exemplo café e chá) nos ovos e lacticionios frescos acho que não é para brincadeiras...que fazer então? receitas, muitas receitas com ovos nos proximos tempos e esta soube mesmo bem! Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 1,67€

- 450g de ervilhas congeladas ( se usarem de lata possivelmente precisará de menos tempo de cozedura)
- 12 rodelas de chouriço cortadas Às tiras ( desculpem mas não pesei)
- 1 cebola
- 1 d. alho
- 30g azeite
- 120g de tomate pelado
- 100g vinho branco (useo 10g de vinagre de vinho branco +90g de água)
- 150g de água
- 3 ovos (1 por pessoa)
- papel vegetal

Preparação:

Deite a Cebola, o alho, o tomate e o azeite para o copo e pique 8seg. vel.5e em seguida refogue 5m, temp. temp. 100, vel.1. triture tudo de novo 15seg. vel7 para obter um molho homogéneo.
Adicione o chouriço e programe 3m, temp. varoma, vel.1.
Quando terminar o tempo adicione as ervilhas, o vinho e a água, tempere e programe 8m, temp. varoma vel. colher inversa.
Quando terminar o tempo coloque a varoma com um pouco de papel vegetal no fundo em cima da tampa, abra os ovos para cima do papel, feche a tampa e programe 15m, temp. varoma, vel. colher inversa.
Verifique a cozedura dos ovos e sirva quente.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Delícia de Mousse de Chocolate

o B, ficou hiper-mega-fã do doce bicolor, tanto que até já o queria transformar num doce típico de natal.
Por causa disso tem sido dificil escolher novas sobremesas, porque para ele a partir de agora só comiamos bicolor até enjoar. Tenho procurado receitas semelhantes e esta pareceu-me uma boa opção, não me enganei e este estava bom... mas já era! Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,85€

- 200g chocolate de culinária
- 200g de açucar + 2 c. sopa
- 100g de manteiga
- 6 ovos grandes
- 1 pacote bolacha maria
- 2 pacotes de natas bem frias
- café q.b

Preparação:

Começe por fazer a mousse. Parta o chocolate para o copo, junte a manteiga e programe 2:30m, temp. 70º vel.2.
Desça os residuos com a ajuda da espátula , junte o açucar e as gemas dos ovos e ligue 1m, vel.6. deite a mistura para uma tigela e reserve.
lave e seque muito bem o copo, coloque a borboleta e bata as claras em castelo, juntando uma pitada de sal e umas gotas de limão, programando 6m, vel.4. Junte as claras á mistura de chocolate com uma vara de arames até obter uma mistura homogéna e leve ao frio.
Lave e seque muito bem o copo novamente, coloque as natas e bata-as em chantilly, programando 2m, vel.4 (ir confirmando a consistência das natas para não virarem manteiga) quando estiverem quase me chantilly, juntar as 2 colheres de açucar.Reservar.
Começe a montar a delicia: Demolhe as bolachas no café, mas de modo a que não se desfaçam, uma uma cama com 2 camadas de bolacha. espalhe a mousse de chocolate por cima e alise, faça outra cama de bolachas demolhadas em café e por fim espalhe o chantilly por cima.
Polvilhe com cacau em pó ou bolachas raladas e leve ao frio até servir.

Risotto de Alheira

Quando precisamos de refeições rápidas, práticas e saborosas, o meu conselho é sempre optar por um risotto, são super fáceis de confeccionar, tem mais de milhares de conjugações, aliás penso que se pode fazer rissoto de tudo o que se deseja, e no final ainda temos uma refeição pronta em 20minutos!
Outra coisa que costumo ter no congelador para uma necessidade é uma alheira... Ontem foi um desses dias, resultado? foi bom, mas para a proxima não coloco o queijo, pois retira muito o sabor da alheira. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 1,65€ (preço não inclui o queijo)

- 150g risotto
- 1 cebola
- 2 d. alho
- 25g azeite
- sal, pimenta qb
- 1 alheira
- 100ml de vinho branco (usei 10g de vinagrede vinho branco + 90g de água)
- 40g parmesão ralado (não voltar a usar)
- 750g de água (ir deitando aos poucos)

Preparação:

Coloque a cebola e os alhos no copo e pique 5seg. vel.5, adicione o azeite e refogue 4m, temp. 100º vel.1.
Encaixe a borboleta, junte o risotto e o vinho branco e programe 18m, temp. 100. vel. colher inversa.
passado cerca de 2 minutos, junte a alheira previamente retirada da tripa, tempere e vá juntando a água aos poucos, para que o risotto a vá absorvendo antes de juntar mais água.
Retire e sirva quente

Lasanha verde de Atum

A versatilidade do atum é bem conhecida, mas será que o é a da lasanha? já fiz atum com todo o tipo de massas e arroz, porque não em lasanha? o resultado é supreendentemente delicioso, as placas de lasagna verde ajudaram a dar um sabor extra. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,65€

- 1 cebola
- 2 d. alho
- 30g azeite
- 150g de molho de tomate caseiro (em alternativa tomate pelado)
- 3 latas atum pequenas
- sal e pimenta
- placas de lasanha verde
-700g leite
- 80g farinha
- 50g manteiga
- queijo ralado

Preparação:

Começe por fazer o molho bechamel, colocando o leite, a farinha e a manteiga no copo e programar 8m, temp. 90º vel.4. Retire e Reserve
Sem ser necessário lavar o copo colocam-se a cebola, os alhos e picam-se 5seg. vel.4
Adiciona-se o azeite e refoga-se 5m, temp. 100º vel.3
Junta-se o molho de tomate, o atum escorrido e ligeiramente esmigalhado com o garfo, retifica-se os temperos e programa-se 3m, temp. 100º vel.2.
Monta-se a lasanha, começando por colocar um pouco de bechamel no fundo do pirex de ir ao forno, uma camada de placas de lasanha (sem ser necessário pré-cozinha-las), um pouco de recehio de atum, um pouco de bechamel, placas de lasanha até se terminar numa camada de molho bechamel.
com uma faca parte-se as placas de lasagna para que fiquem bem cobertas de molho, polvila-se com queijo ralado e vai ao forno pre-aquecido a 180º cerca de 30m.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

menu semanal X




Sábado - Pequeno-Almoço: Batido de Banana
               Refeição: Sopa agrião

Domingo - Lanche : Fofos de  frango e farinheira
                 Refeição: Esparguete Frango

Segunda - Refeição: Enroladinhos de bacon, ananás e queijo

Terça -  Refeição: Sobras

Quarta - Refeição: Feijão encarnado com ovos escalfados

Quinta - Refeição:  Febras à salsicheiro

Sexta - Refeição: Tamboril estufado com pão torrado

Iogurte da semana - Iogurte com Doce de Morango

Sobremesa da Semana - Mousse de Café


Valor do menu da semana: 23,14€

Rancho

Mais um prato tipico para esta época. tem um pouco de tudo: enchidos, carne, massa, leguminosas e legumes. Quando era mais nova detestava este tipo de comida, pois "pensava" que não gostava de leguminosas, nem de couves, e isso tudo misturado com massa e carne parecia-me um pouco estranho. Hoje em dia fazem as minhas delicias... e ainda dizem que burro velho não aprende linguas. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,90€

- 250g entrecosto
- 1 cebola
- 2d. alho
- 25g azeite
- 80g chouriço de carne às rodelas
- 60g polpa de tomate
- 350g de água
- 100g de couve (usei 1/2 coração de couve não sei quanto pesava)
- 50g chouriço de sangue às rodelas
- 1 lata grande de grão-de-bico
- 45g macarronete

Preparação:

Coloque no copo a cebola, o alho e pique 5seg. vel.5, junte o azeite e o chouriço de carne e programe7m, temp.100, vel.1
Adicione a polpa de tomate, o entrecosto e programe 3m, temp. 100, vel.1
Entretanto prepare a varoma com a couve tortada em juliana, o chouriço de sangue e no tabuleiro coloque o grão de bico escorrido. Reserve.
Junte a água, tempere com sal e pimenta, coloque a varoma sem o tabuleiro com o grão e programe 20m, temp. varoma, vel. colher invertida.
Adicione a massa pelo bucal no copo e o tabuleiro na varoma e programe mais 12m, temp. varoma, vel. colher invertida.
Envolva tudo numa travessa de servir e sirva quente.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

espetadas de frango com ananas e arroz de cenoura

As vantagens de cozinhar ao vapor são múltiplas: além do sabor dos alimentos não sofrer alteração e os nutrientes não se perderem na água da cozedura, não há praticamente perda de minerais e vitaminas.  a comida não salga,  porque o vapor evita que o sal impregne nos alimentos. Dito isto pergunto-me, porque não tenho aproveitado mais a varoma? a carne fica super tenra e macia, eu até me esqueci de a temperar e estava optima. Adaptar esta receita foi uma optima ideia. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,75€

- 3 rodelas de ananás
- 2. peitos frango grandes
- 6 tomates cherry
- 1 cebola
- 1 cenoura
- 25g azeite
- 150g arroz
- 800g água
- Sal e pimenta q.b.

Preparação:

Corte o ananás e os peitos de frango em pedaços e faça as espetadas alternando entre o ananás o frango e os tomates cherry. Tempere com sal e pimenta, coloque-os no tabuleiro da varoma e reserve.
Coloque no copo a cenoura cortada às rodelas e pique 8 seg, vel.5. Retire para o cesto onde colocará também o arroz.
Coloque no copo a cebola e pique 5seg. vel.5, adicione o azeite e refogue 4m, temp. 100º vel.1
Terminado o tempo adicione a água, o cesto com a cenoura e o arroz e coloque a varoma sobre a tampa do copo e programe 25m, temp. varoma, vel.3.
Sirva quente e se desejar acompanhado de salada.

Poupar está na moda V

Mude a sua dieta
Para os menos informados, a nossa dieta alimentar consiste tão somente nos nossos hábitos alimentares, as tão populares dietas de emagrecimento, assim como as para engordar, não são mais que a alteração desses habito, o consumo de certos alimentos em detrimento de outros, alimentação mais equilibrada, aumento das refeições diárias com diminuição das porções consumidas em cada uma.
Na minha opinião devia haver duas disciplinas obrigatórias na escola: uma sobre economia doméstica e a outra sobre nutrição, poderia e deveriam ser englobadas noutras matérias, como a matemática e as ciências por exemplo, em vez de outras matérias, que desculpem a expressão só estão lá para encher chouriços.
Aqui vou falar de hábitos alimentares e como poupar na lista das compras com uma pequena alteração da nossa rotina diária.

Gostam dos chamados cereais de pequeno-almoço? Eu também gostava, andava convencidíssima que éramos óptimos, tinham fibra, tinha cereais integrais, ainda consumia leitinho e tal, tudo perfeito… pensava eu! Até que por acaso assisti a um workshop sobre rótulos nutricionais, os rótulos nutricionais podem ser simples ou complexos.

O formato simples é reduzido e indica o valor energético do alimento (calorias), bem como a quantidade de proteínas, hidratos de carbono (glícidos) e lípidos (gorduras). O formato completo é mais extenso e inclui a quantidade de calorias, proteínas, glícidos (dentro dos quais é ainda especificada a quantidade de açúcar, amido e polióis), gorduras (dentro das quais é ainda especificada a quantidade de gorduras saturadas, monoinsaturados, polinsaturados e colesterol), fibras alimentares e sódio.

Para os poucos de nos que de vez em quando dá uma espreitadela pelos rótulos nutricionais tem por habito reparar nas calorias e ignorar tudo o resto. Grande erro, pois é, e sabem a lista dos ingredientes? Não sabia, mas aprendi que os ingredientes estão ordenados de forma decrescente, ou seja, o primeiro da lista é sempre aquele com maior peso no alimento e assim sucessivamente.

O que apreendi no workshop? Que os cereais que consumia ao pequeno-almoço eram tudo menos a refeição ideal para tomar ao pequeno-almoço. Ora vejamos, a embalagem diz: porção 30g cereais + 125ml leite magro – 372kcal. Bem 372kcal não era um valor mau para pequeno almoço, mas será que consumo apenas 30g? fizemos a experiência e colocamos 30g de cereais numa tigela em cima da balança. A minha alma ficou parva, 30g era cerca de 1/3 da porção que eu consumia, logo eu consumia 3*30 ou seja 3*372Kcal!

Parece mau? Mas ainda não acabou, vamos ver a lista de ingredientes (lembrem-se que estão descritos decrescentemente por peso que tem no produto:

Farinha (trigo integral – 45,9% e arroz – 41,8%), açúcar, xarope de açúcar amarelo parcialmente invertido, extracto de malte, sal, xarope de glucose, levedante químico (fosfato trissódico), antioxidante (tocoferois), vitaminas (C, niacina, E, ácido pantoténico, B6, riboflavina, tiamina, ácido fólico e B12), cálcio e ferro.

Não sei se repararam, mas o 2º, o 3º o 4º e 6º ingredientes (sendo que o 5º é sal) com maior peso nos cereais são açucares. Ora será que consumir assim logo pela manha depois de tantas horas em jejum (enquanto se dormia), quatro tipos de açúcar o ideal? A resposta é um redondo não. A Glicemia dispara em flecha o corpo mexe-se para “queimar” o açúcar que ainda por cima são de absorção rápida, ao contrario do que procuramos que são hidratos de carbono de absorção lenta (no fundo significa que queremos alimentos que nos alimentem o suficiente para não termos fome nas próximas 3h, altura em que devemos fazer um lanchinho).

As companhias de cereais de pequeno-almoço que não me caíam em cima, eu não disse que não se devia consumir de todo cereais, apenas que não deviam ser consumidos no pequeno-almoço. São por exemplo uma melhor opção para o lanche.


Vamos a outras contas…

Eu consumia por média 5 embalagens de cereais de pequeno-almoço tamanho familiar por mês e muitas vezes não duravam o mês todo.

Mas vou fazer uma proporção. Imaginando que consumia 90g de cereais com 375ml de leite dava-me uma refeição por 0,86€ ((90*3.69)/625 dos cereais e (375*0.82)/1000 do leite) ou seja 313,90€ anualmente.

Actualmente substitui essa refeição por um galão de cevada e um pãozinho (ás vezes torrado, ás vezes de cereais, ás vezes integral, as vezes…) ou com manteiga ou com queijo ou com fiambre feitas as contas dá-me cevada 0,03 ((1.59€*5g)/200g)

0,08 leite ((0.82€*100g)/1000) + 0,18€ do pão (preço médio, mas poderá sair bem mais barato) + 0,11 de 1 fatia de queijo ou fiambre (fiz as contas pelos valores de compra do ultimo fim-de-semana ((0,82€*20g)/150g) e ainda acrescentei 0,10€ para os consumidores de manteiga e deu-me um total de 0,50€ ou seja anualmente 182,50€

Fazendo só esta pequena alteração na minha dieta poupo á volta de 131,40€ anualmente!

Mais informações sobre rotulagem em http://www.florbelamendes.net/index.jsp?section=nutricao_geral&subsection=&article_id=43

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Entrelaçado de chocolate, nozes, amendoas e maças

Como acabo por fazer muitas refeições durante o fim-de-semana (almoço, jantares e sobremesa, regra geral), tenho dedicado pouco tempo lanches especiais que vinham sendo costume. A Tis também está na fase que quer muita atenção e não gosta que eu passe muito tempo na cozinha longe dela. Aproveitei que ela foi passar a "noite fora" e que no dia antes tinha deixado a casa mais ou menos arrumada para fazer esta delicia. Valeu bem a pena o trabalho pois é optima e é uma boa alternativa para quem não gosta de bolo rei ou bolo rainha, faz esta pequena maravilha e chama-lhe "bolei rei de chocolate", eheh. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 5,30€

Massa:
- 200g de leite
- 90g manteiga
- 90g açucar ou mel (usei açucar, mas para a proxima experimento o mel)
- 35g de fermento apdeiro fresco (usei 1 saqueta de ferminpan)
- 600g farinha trigo tipo 65
- 1 ovo
- 1 pitada de sal

Recheio:
- 200g de nozes (usei 60g de nozes que era o que havia em casa e 100g de amendoas, mas deve ficar optimo é com avelãs)
- 100g de chocolate de culinária
- 2 maças (usei 4, mas as minhas eram minusculas)
- 60g de açucar.
- 2 c. de chá canela em pó (polvilhei a gosto)
- 1/2 pacote de natas

Preparação:

Massa:
Coloque no copo o leite, a amnteiga, o açucar, o fermento e programe 2m, temp. 37º vel.2
Adicione a farinha, o ovo, o sal e programe 3m, vel. espiga.
Retire e reserve durante 30m em local quente (eu aqueci o forno enquanto a massa amassava, desligei e coloquei a massa la dentro).

Recheio:
Coloque no copo as nozes, as amendoas o chocolate aos bocados e pique 8seg. vel.8m, junte o açucar, as maçãs aos quartos sem casca e sem caroço e programe 3m, vel.8. Se achar que o recheio está muito grosso pode adicionar 50g de leite (ou mais maçã, digo eu)

Moldar:
Pre-aqueça o forno a 180ºC.
Estenda a massa numa bancada enfarinhada, com a ajuda de um rolo de cozinha numa forma rectangular.
espalhe o recheio por cima da massa e polvilhe com canela a gosto.
Enrole a massa como se estivesse a enrolar uma torta, no final corte a massa ao meio no sentido longitudinal (no sentido mais comprido).
coloque uma metade por cima da outra de modo a formar um "X", entrelaçe uma à outra pelas pontas e una as extremidades numa coroa ( de modo a formar um circulo).
coloque-a num tabuleiro forrado a papel vegetal (eu uso o tapete de silicone), pincele a massa com as natas ou com calda de açucar e leve-a ao forno pé-aquecido a 180º durante cerca de 30m. Se for necessário deixe mais algum tempo.

Arroz de feijão com entrecosto no forno

Eu gosto de Arroz, o B gosta de feijão, parece que encontrei a combinação perfeita para agradar ao dois, eheh. A tiz não se queixou e também comeu uma grande pratada desta receita, no final uma familia feliz com a barriga cheia. Que mais se pode pedir de uma refeição? Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,90€

- 800g de entrecosto partido aos bocados
- 200g de arroz
- 1 lata pequena de feijão encarnado
- 1 cebola
- 4 d. de alho
- 120g polpa de tomate
- 100+50g de azeite
- 100g vinho branco (usei 50g vinho tinto + 50g de água)
- 3 c. sopa de massa de pimentão
- 1 folha de louro
- sal e pimenta qb.
- 700g de água

Preparação:

Coloque no copo 2 dentes de alho e a massa de pimentão e triture 5seg, vel. 5, adicione o vinho, tempere e ligue 10seg, vel.5.
Coloque o entrecosto partido numa tigela e regue-o com o preparado, adicione a folha de louro partida, envolva e deixe repousar 30m. No final desse tempo coloque o entrecosto num pirex de ir ao forno, regue com 1dl de azeite e leve ao forno a 180ºC durante aproximadamente 40m, virando a carne ocasionalmente para que cozinhe por igual.
No copo lavado coloque a cebola, os restantes alhos e pique 5seg. vel.5, acrescente as 50g de azeite, tempere com sal e pimenta e programe 5m, temp. 100º vel.1.
Encaixe a borboleta, adicione o arroz e programe 30seg. temp. 100º, vel.1.
Acrescente a água e o feijão e programe 15m, temp. 100º vel. colher inversa. (eu usei arroz evaporado, logo preciso de mais uns 8m de cozedura).

Strogonof de Perú

Lembram-se deste post? Pois é, não resisto, adoro mesmo este tipo de receita.
Desta vez precisava de uma parte da receita com molho e a outra sem, por isso optei por fazer a carne fora da bimby, relegando para o robot a cozedura do arroz. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,85€

- 350g peito de peru cortado aos cubos
- 1 lata pequena de cogumelos laminados
- 1/2 pacote de natas
- 1 c. sopa de margarina
- 200g de Arroz

Preparação:

Coloque 800g de água no copo, adicione o cesto com o arroz e tempere com sal, feche a bimby e programe 20m, temp. 100º vel.4
à parte grelhe os cubos de peru, (também pode optar por fritá-los), numa frigideira coloque a margarina a derreter, quando estiver derretida adicione os cogumelos laminados e deixe aloirar um pouco, adicione a carne cozinhada e junte as natas, deixe cozinhar um pouco.
Coloque o arroz no prato e por cima coloque o peru com os cogumelos.

Batido de Banana

A unica refeição até hoje em que a diz recusa muitas vezes a comida é o lanche. não é por não ter fome, porque tem, apenas porque não lhe aptece aquela comida. Ora ela ainda só tem 15 meses, por isso o lanche deveria representar uma refeição láctea: o leite ela bebe, mas eu acho que não lhe alimenta muito e fica com fomita antes da "hora", iogurtes muitas vezes recusa, quando é um assim muito diferente ainda vai... papas de farinha geralmente á 3ª cõlher já diz que não.. o que fazer então? lembrei-me, porque não um batido? optei pelas bananas, visto a pequena continuar com a sua adoração por este fruto, e foi um sucesso, comeu bastante e ainda sobrou um restinho para a mamã provar ;) Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 0,26€

- 110g de banana (2 bananas pequenas da madeira)
- 200g de leite
- 4 pedras de gelo (não coloquei)

Preparação:

Colocar todos os ingredientes no copo e programar 30 seg. vel.9

Nectar de Laranja-Kiwi

Começou o frio e com ela começam as constipações/gripes, uma boa maneira de as prevenir é tomar uma dose reforçada de vitamina C. Ao contrario do que muita gente pensa, a fruta mais rica nesta vitamina não é a laranja, mas sim o Kiwi, mas um nectar com ambas as frutas deve ser uma bomba de vitamina. Não vou dispensar o meu ao pequeno-almoço nos próximos dias. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 0,75€

- 2 laranjas
- 1 kiwi
- 20g de açucar
- 650g de água

Preparação:

Coloque as laranjas com o minimo de peles brancas e partidas aos quartos no copo, junte o kiwi ás rodelas e o açucar e triture tudo 30seg. vel.9
Acrescente a água e programe 1m, vel.9.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Menu semanal IX




Sábado - Pequeno-Almoço: Bolo do Caco
               Refeição: Risoto tinto de Polvo

Domingo - Lanche : Scones
                 Refeição: Lombo de Porco com ananás

Segunda - Refeição: Sopa de Tomate

Terça -  Refeição: Folar de Carnes

Quarta - Refeição: Lasagna

Quinta - Refeição:  Sobras
Sexta - Refeição: Bacalhau com Broa

Iogurte da semana - Iogurte com Doce de Abóbora

Sobremesa da Semana - Bolo Brigadeiro

Iogurte com doce de morango

Estou completamente rendida aos iogurtes da bimby, penso que dificilmente irei voltar a comprar iogurtes, consigo fazer para além dos de compra iogurtes com sabores inesperados e sempre diferentes. Esta versão deixou-me encantada da vida, ontem foi com doce de abóbora, hoje foi com doce de morango. Mas que maravilha! Bom apetite!



Ingredientes:

Preço médio de custo: 0,95€ (não está incluido o preço do doce, uma fez que usei o feito por mim e ai sim está contabilizado o seu preço)

- 800g de leite
- 1 iogurte natural
- 20g de leite em pó
- 30g de açucar (coloquei 10g de açucar amarelo mas para a proxima não coloco nada, o iogurte já leva doce e é açucar mais que suficiente).
Doce de Morango

Preparação:

Colocar o leite em pó, o iogurte natural e o açucar no copo e misturar na vel.3 até ficar sem grumos.
Juntar o leite e programar 7m, tem. 50º vel.3.
Quando terminar o tempo temos 2 opções: ou abafamos muito bem o copo com a manta polar entre 8-10h ou então se já formos separar o iogurte por copos, coloca-se mais ou menos 2 c. cha de doce no fundo do copo e verte-se com cuidado o iogurte por cima e vão a abafar 8-10h ou vão para a iogurteira.
Eu fiz a opção 1.

Tamboril estufadinho com pão torrado

Como o peixe feito em casa nunca é muito apreciado, tento sempre encontrar receitas fora com comum para ver se a coisa "passa", a tis cá nunca se queixa, a menos que haja falta de comida claro, mas nuncaé fa´cil contentar toda a gente. Achei que faltou um pouco de tempero ao meu prato, mas confesso que nem usei os coentros da receita nem o temperei como deveria ser com medo que a tis não aprovasse . Mas eu cá gostei, irei repetir certamente no futuro. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 5,83€

-600g lombos de tamboril
- 6 fatias grandes de pão de mistura
- 1/2 lata pequena de tomate pelado
- 1 cebola
- 2 d. alho
- 30g azeite
- 100g de água (agora que estou a lera receita penso que me esqueci de colocar, mas o meu tomate tinha muito molho)
- sumo limão
- coentros

Preparação:

Corte o tamboril em pedaços e tempere-os com sumo de limão, sal e pimenta e deixe marinar durante 15m.
Coloque a cebola, o alho e o tomate pelado no copo e triture 5seg. vel.5
junte o azeite, os conetros e a água e tempere com sal e pimenta.
Coloque o tamboril na varoma e a varoma em cima da tampa do copo e programe 25m, temp. varoma, vel. colher invertida.
Leve as fatias de pão a torrar, corte-as em palitos e disponha-as numa travessa, coloque por cima o tamboril e regue com o molho de tomate por cima.
Sirva Quente.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Iogurte de Doce de Abóbora

Antes de começar a fazer iogurtes na bimby acabava por comprar sempre a mesma coisa: iogurte de aroma - morango, banana, tutti-frutti, pessego... e a coisa não saia dali. Com a bimby já fiz iogurtes de tudo e mais alguma coisa e até hoje tenho adorado todos!
Não comprei Iogurteira, abafo o copo com uma manta polar, também não comprei copinhos de iogurte (depois tinha de embrulhar muita coisa), mas fui "roubar" os copinhos que a minha mãe tinha em casa dos iogurtes da nestle, aqueles que vem com doce no fundo do copo e nós misturamos antes de comer, sabem? pois bem, este iogurte é nem mais nem menos que esses iogurtes, hoje foi com doce de abobora, mas amanha quem sabe não será outra coisa? Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 0,95€ (não está incluido o preço do doce, uma fez que usei o feito por mim e ai sim está contabilizado o seu preço)

- 800g de leite
- 1 iogurte natural
- 20g de leite em pó
- 30g de açucar (coloquei 10g de açucar amarelo mas para a proxima não coloco nada, o iogurte já leva doce e é açucar mais que suficiente).
- compota de abóbora (ou outra a gosto, mas experimente com a abobora, é excelente)
- canela em pó

Preparação:

Colocar o leite em pó, o iogurte natural e o açucar no copo e misturar na vel.3 até ficar sem grumos.
Juntar o leite e programar 7m, tem. 50º vel.3.
Quando terminar o tempo temos 2 opções: ou abafamos muito bem o copo com a manta polar entre 8-10h ou então se já formos separar o iogurte por copos, coloca-se mais ou menos 2 c. cha de doce no fundo do copo e verte-se com cuidado o iogurte por cima e vão a abafar 8-10h ou vão para a iogurteira.
Eu fiz a opção 1.
Eu como só tenho 3 copinhos de vidro depois do iogurte ter abafado as 8h, coloquei o doce nesses copinhos e verti o iogurte, tapei os copos com papel aderente e coloquei-os no frigorifico, o restante iogurte foi para o frasco onde usualmente o amarzeno à espera de ter os copos livres para fazer a mesma coisa.
Antes de comer polvilhei o iogurte com canela, misturei tudo (iogurte, doce canela) e foi só deliciar-me!

Febras à salsicheiro

Andei a estudar dicas para poupança de energia, mais tarde irei partilhar com vocês, queria apresentar alguns numeros mas estou a verque é complicado... Isto para dizer que, para poupar energia no combinado (frigorifo/congelador), o congelador deve ter pouco espaço livre entre os alimentos, quanto mais compactado tiver melhor, ora eu sigo esta recomendação à risca, o meu congelador está tão cheio que começam a cair coisas quando se abre, eheh, até podia ser bom, mas tenho noção que já ha poucos alimentos dignos de se chamarem refeições lá dentro, ha muito legume congelado, algumas sobras, e algum peixinho e pão, mas fora isso estamos "pela hora da morte", na vespera tirei o ultimo pacote de carne existente (para evitar usar o microondas para a descongelar no dia) e era de febras... fiquei então com a tarefa de encontrar uma receita diferenta das tantas que ja fiz de febras... lembrei-me desta. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,28€

- 1 cebola
- 2 d. alho
- 1 tomate (usei tomate pelado)
- 30g azeite
- 4 febras
- 1 cerveja
- 6 salsichas
- sal, pimenta
- guarnição a gosto

Preparação:

No copo coloque a cebola, os dentes de alhos, o tomate e o azeite e triturar tudo 10 seg. vel.9 e refogar 3m, temp. 100º vel.1.
Juntar as febras temperadas a gosto e cortadas às tiras e programar 5m, temp. 100º vel. colher invertida. Quando terminar o tempo junte a cerveja e programe 20m, temp. 100º vel. colher inversa.
Nos ultimos 4 minutos da cozedura adicione as salsichas cortadas ás rodelas (eu adicionei um pouco antes por isso desfizeram-se um pouco).
Sirva acompanhado com guarnição a gosto. Eu escolhi a masa tricolor para variar um pouco do arroz

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Feijão encarnado com ovos escalfados

O Outono é possivelmente a minha estação do ano preferida. gosto das cores: dos amarelos e vermelhos, gosto das folhas das arvores a cair, gosto da chuvinha a bater na janela, gosto de comidinhas quentes e aconchegantes. Este é um bom exemplo disso: simples mas consistente, bem ao jeito do Outono. Bom apetite!




Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,57€

- 1 cebola
- 2d. alho
- salsa a gosto
- 150g tomate (usei tomate pelado)
- 30g azeite
- 100g de bacon ou chouriço (usei chouriço corrente)
- 3 ovos (pelo menos 1 por pessoa)
- 1 lata grande de feijão encarnado (eu usei uma pequena mas o molho daria perfeitamente para uma lata grande)
- 50g vinho branco usei 10g vinagrebranco)
- 120g de água
- 1 folha louro
- sal e pimenta

Preparação:

Coloque no copo a cebola, o alho, a salsa, o tomate, o azeite e pique 8 seg. vel.5 De seguida refogue 5m, temp. varoma vel.1 e triture novamente 15seg. vel7 para o molho ficar homogéneo.
Adicione o chouriço e programe 3m temp. 100º vel. colher invertida.
Junte o feijão escorrido, o vinho, a água, a folha de louro e tempere a gosto. Coloque sobre a tampa do copo a varoma com uma folha de papel vegetal no fundo e disponha nela os ovos abertos. Feche a varoma e  programe 15m, temp. varoma vel. colher invertida.
Quando terminar o tempo verifique se os ovos estão escalfados, retifique os temperos e sirva quente.

Doce de Abóbora

Com as minhas manias de congelar tudo vi-me a meias com uma quantidade brutal de abóbora (não, não comprei nenhuma para o halloween), costumo comprar umas fatias grossas a 1€ corto em fatias finas e congelo para ir usando na sopa, acontece que não estava a usar à mesma velocidade que comprava. Solução? aproveitar para fazer um doce de abóbora. Depois de o ter feito descobri que usualmente se junta um pauzinho de canela para um gosto extra, eu não usei, mas deve ficar divinal. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: pedende da quantidade que se deseja fazer, cerca de 2€

- 500g de aboóbora (por acaso acho que usei só cercade 350g)
- 500g de açucar (usei 330g mas penso que poderia ainda ter colocado um pouco menos, pois é um doce bastante forte).
- 1 pau de canela

Preparação:

Colocar a abóbora ás fatias no copo juntamente com o açucar, triturar tudo durante 10seg. vel.5. ou até obter aconsistencia desejada.
Juntar o pau de canela e programar 30m, temp. 100. vel. 1.
No final se acharque ficou muito liquida programe mais 5-10m temp. varoma vel.1, sem o copinho medidor e com o cesto por cima por causa dos salpicos.
Neste doce não precisei fazer isso engrossou bastante bem e rápido.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Mousse de cafe

Ao fim-de-semana gosto sempre de fazer um doçinho e já iamos no inicio da noite de domingo e ainda não tinha preparado nada. Apetecia-me algo leve e suave, mas o quê? decidi-me por uma mousse... muito leve, muito fresca muito pouco convencional: café depois das refeições? sim obrigado. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 1,10€

-2 ovos
- 500g de leite
- 80g açucar
- 10g de amido de milho (maizena)
- 40g natas
- 1 colher de sopa de café solúvel
- raspas de chocolate para decorar

Preparação:

Colocar no copo o leite,os ovos, o açucar, a maizena e programar 15seg. vel.5.
Depois programar 9m, temp. 90º vel.3.
quando terminar juntar as natas e o café e programar mais 15seg. vel.4.
Colocar o preparado no frigorifico pelo menos 4h antes de servir (o meu só deve ter estado umas 3h). Decorar a gosto antes de servir.

Fofos de frango e farinheira

Como já referi várias vezes, lá em casa somos 2,5, pelo menos no que toca a comida, a tis já come o mesmo que nós (a maioria das vezes), mas em quantidades ainda reduzidas. Mas quando vou às compras já costumo pedir em quantidade +1 que o usual. Acontece que para fazer o esparguete de frango só usei 2 peitinhos de frango (deu e sobrou), mas eu tinha comprado 3, por isso tive que improvisar uma refeiçãozinha "leve" que rende-se jantar para os 3. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,25€

Recheio:
- 1 cebola
- 2 d. alho
- 30g azeite (usei 25g)
- frango (a receita não especificava quantidade, eu grelhei o peito de frango que tinha, que até era grandinho, retirei a porção para a tis comer com arroz e desfiei o resto para esta receita).
- 1 tomate (usei 1 tomate pelado)
- 1 cenoura
- 1/2 farinheira
- 50g chouriço (usei fiambre)
- 30g de vinho branco (usei 10g vinagre branco)

Massa:
- 250g farinha
- 2 c. chá fermento
- 1 c. cafe sal fino (usei só uma pitada)
- 25g margarina
- 50g óleo
- 250g leite
- 2 ovos (esqueci-me de usar, mas ficou bom na mesma :P)

Preparação:

Começe por fazer o recheio (eu começei pela massa e arrependi-me).
Coloque no copo a cebola, o alho, o tomate, o chouriço e programe 10seg. vel.5
Adicione o azeite e programe 7m, temp. 100º vel1.
Adicione a cenoura e pique mais 5 seg. vel.5
Junte o frango, a farinheira e o vinho branco e programe 15m, temp. 100, vel.1. retire o frango e desfi-o, volte a juntar á mistura obtida e retire e reserve. (eu juntei logo o frango desfiado e programei apenas 10m, uma vez que o meu frango já estava cozinhado).

Para a massa: Colocam-se todos os ingredientes no copo e bate-se tudo na vel.3 até obter uma mistura homogénea (cerca de 30-40seg). A massa fica bastante liquida, é um pouco dificil de moldar.

Para montar:
Untam-se formas de queques, deita-se em cada uma um pouco de massa (eu espalhei com o dedo, apesarde a massa ser bastante mole até adere bem ás paredes das formas) depois coloca-se um pouco de recheio e fecha-se o fofo com um pouco de massa.
Leva-se ao forno pré-aquecido a 200ºC durante cerca de 30m.

Sopa de Agriões

Gosto de sopas no tempo frio, dão aquele conforto quentinho no estômago que se espalha para o corpo, gosto de sopas tradicionais com legumes de folha verde a "boiar" pelo caldo. Aliás uma sopa rica em "entulho" é optima como refeição por si própria. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 1,35€

- 1 batata média
- 3 fatias finas de abóbora
- 1 cenoura pequena
- 1 courguete grande
- 1 cebola
- 2 d. alhos
- 100g de folhas de agrião
- 1 fio de azeite

Preparação:

Coloque as folhas de Agrião na varoma. Reserve.
Lave e descasque os restantes legumes e coloque-os partidos aos bocados no copo, adicione uma pitada de sal e coloque água para obter a consistencia de sopa desejada: para obter um creme coloque água um pouco acima dos legumes no copo, para consistência um pouco mais liquida, junte mais água.
coloque a Varoma por cima da tampa do copo e programe 25m, temp. varoma, vel.1
Quando terminar o tempo retire a varoma, triture os legumes, programando 1m, vel. 5-6-7 progressivamente, adicione o fio de azeite e as folhas de agrião no copo e programe 15seg, vel.3 invertida.
Sirva quente.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

menu semanal VIII




Sábado - Pequeno-Almoço: Batido de Morango
               Refeição: Choquinhos com Batatas

Domingo - Lanche : Crostini de brie, mel e nozes
                 Refeição: Tagliatelle de frango bacon e cogumelos

Segunda - Refeição: Batatas Recheadas com salsichas frescas

Terça -  Refeição: Sobras
Quarta - Refeição: Sauté de camarão

Quinta - Refeição:  Laçinhos gratinados de atum

Sexta - Refeição: Hot Dog's

Iogurte da semana - Iogurte de gelatina de Ananás

Sobremesa da Semana - Tarte Rústica de Maçã

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Tinto da Talha 2008

Como é costume em jantares oferecidos lá por casa, abre-se sempre uma garrafa de vinho... quando me perguntam o que podem levar para o jantar se á coisa que agradeço é o vinho, com a comida eu entendo-me bem, mas em vinho sou totalmente leiga. O meu irmão é o expert e por isso de vez em quando tenho boas surpresas lá por casa :) .
Dizia eu ao B no outro dia: "não é que não goste de vinho tinto... o meu problema é já ter apanhado algumas bebedeiras com vinho tinto muito mau :P", não foram assim tantas, mas confesso que tive os meus tempos de loucura na faculdade em especial com a minha tertulia ;) eheh. Isto tudo para dizer que o tinto da talha me surpreendeu bastante pela positiva, sempre apreciei mais os vinhos alentejanos por serem mais suaves (pelo menos em comparação com os do dão e douro que são bastante mais encorpados), este merece mesmo o destaque na minha lista. Bom apetite!

Enologia:
Vinificado pelo método tradicional de curtimenta completa, a partir de uma selecção de castas típicas do Alentejo onde predominam a Trincadeira e a Castelão. Fermentação das uvas parcialmente desengaçadas e esmagadas, com controlo de temperatura de fermentação a 24-27ºC e com curtimenta prolongada. A fermentação ocorre, pela adição de leveduras seleccionadas, durante cerca de oito dias, seguindo-se um período de maceração durante o qual ocorre a fermentação maloláctica. O vinho é engarrafado tão cedo quanto possível, com o objectivo de manter o seu carácter jovem, repousando depois cerca de um ano em garrafa.


 
Notas da Prova:
De cor carregada, granada definido, aspecto límpido, aroma predominante a frutos vermelhos, maduros, marcada juventude ao aroma que é confirmada ao sabor; vinho com algum corpo, macio, ligeira adstringência.
 
Enólogo: informação não disponibilizada
 
Informação retirada da página oficial Roquevale

lombo de porco com ananás

A Varoma ainda é um pouco território desconhecido para mim, é verdade que a bimby já faz parte da familia á um ano, mas foram poucas as refeiões que confeccionei na varoma, mauitos acompanhamentos, legumes cozidos ao vapor e tal, mas pouco peixe e pouca carne. No fim-de-semana passado foi dia de clássico e tivemos visitas para jantar, arrisquei-me a fazer esta receita de lombo ao vapor e não me arrependi nada, a carne ficou muito tenra e saborosa e todos aprovaram. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 4,90€

-1 Kg de lombo
- 1 lata de ananás e a sua calda (por acaso não tinha reparado quando comprei, mas o meu ananás já vinha cortado aos cubos)
- Sal, pimenta
- 70 g de azeite
- 2 cebolas grandes
- 2 d. de alho
- 250 g de água
- 60 g de molho de soja
- 1 caldo knorr

Preparação:

Começe por preparar a carne. Dê algumas "facadinhas" no lombo de modo a ajudar na cozedura. Faça uns cortes no sentido da largura do lombo sem chegar até baixo (ou seja, não é para cortar às fatias), introduz-se em cada ranhura (pode-se fazer as que se desejam, eu fiz uma a cada 2cm, mais ou menos) meia rodela de ananas, tentando que fique ao mesmo nível que a carne.
Tempera-se com pimenta e sal. e envolve-se a carne em película aderente e seguidamente em papel de alumínio e damos mais umas facadinhas na carne para que o molho possa ir saindo.
Colocar na varoma e tapar.

No copo coloqua-se as cebolas e os alhos e tritura-se 6seg vel. 5,  Coloca-se a borboleta, junta-se o azeite e programa-se 10 min,temp. Varoma, vel 1.
Adiciona-se o ananás que sobrou aos cubos, a calda do ananás, a água, o molho de soja e o caldo knorr e refoga-se 5min , temp Varoma, vel 1.
Quando terminar o tempo coloca-se a Varoma com a carne sobre a tampa e volta a programa-se 60 minutos, temp Varoma, vel 1.
Quando faltarem cerca de 20m, para o tempo acabar faça arroz numa panela à parte.
Confirmar que a carne esta bem passada, se for necessário programe-se mais alguns minutos, adicionando mais um pouco de água no copo.
Cobre uma travessa de servir com o molho e coloca sobre ela a carne e sirva quente.

Esparguete de Frango

A minha mãe costumava fazer uma receita similar mas com frango partido aos pedaços, era sempre uma receita bem vinda lá por casa e resolvi fazer uma versão mais "leve" só com peitinhos de frango. confesso que não esperava que o frango se desfiasse tanto no meio do processo, penso que para a proxima irei fazer com a minha mão e usar farngo partido ao pedaços. Mas a tis adorou :) Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,15€

- 2 peitos de frango cortados às tiras
- 1 cebola
- 30g azeite
- 1 tomate
- 1 cenoura
- 1 d. alho
- 200g de esparguete
- 700g de água

Preparação:

Coloque no copo a cebola, o azeite, o alho e o tomate e pique 6 seg. vel. 5. De seguida programe 7m, temp. 100 vel. 1.
Junte o frango às tiras e a cenoura às rodelas e programe 10m, temp. 100º vel. colher invertida.
Adicione a água e tempere a gosto e programe 15m, temp. 100º vel. colher invertida, junte o esparguete quando a água começar a ferver. Verifique a cozedura do esparguete se for necessário programe mais alguns minutos (no meu caso foi necessário mais uns 8m).

Bacalhau com Broa

Tenho gostado muito das receitas gratinadas com broa, , gosto da forma como a broa fica tostadinha e é por norma muito mais espessa que o pão ralado, dando o seu sabor bem caracteristico à comida. Esta receita não tinha acompanhamento, ficaria optima com umas batatinhas a murro, mas eu estava com pouco tempo por isso optei por uma versão "bacalhau com natas" e coloquei batata pre-frita aos cubinhos, também não foi uma má opção. Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,35€

- 300g de bacalhau (não pesei, usei 2 postos pouco grossas)
- 1/2 broa (triturei a que tinha e polvilhei a gosto)
- 2 cebolas
- 80g de azeite
- sal e pimenta
- 500g de água
- 2 batatas grandes aos cubos

Preparação:

Triture a broa na bimby dando alguns toques no turbo. Retire e Reserve.
Coloque os 500g de água no copo e as postas de bacalhau na varoma e programe 20m, temp. varoma, vel.3. Retire e reserve num pirex de ir ao forno (eu lasquei grosseiramente as minhas postas).
Entretanto dê uma pré fritura nas batatas e coloque-as também no pirex de ir ao forno.
Deixe fora a água do copo e coloque a cebola e o alho e triture 5 seg. vel.5, junte o azeite, tempere com sal e pimenta e programe 10m, temp. 100º vel. colher invertida.
espalhe esta mistura por cima do bacalhau, polvilhe com a broa e leve ao forno a 200ºC até ficar douradinho.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Menu semanal VII




Sábado - Pequeno-Almoço: Sumo Maracujá
               Refeição: Frango com molho de cerveja

Domingo - Lanche : Sandes pesto, frango mozzarella
                 Refeição: Abrotea á pescadora

Segunda - Refeição: Sobras

Terça -  Refeição: Caril de camarão

Quarta - Refeição: Sopa ervilhas, bacon, massinhas

Quinta - Refeição:  Quiche de chouriço e cebola roxa

Sexta - Refeição: Pasteis de massa tenra

Iogurte da semana - Iogurte de Banana

Sobremesa da Semana - Bolo cenoura com chocolate

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Poupar está na moda IV

As poupanças não andam esquecidas, antes pelo contrário, ando em pesquisas e experiências e devo ter uns 4 ou 5 posts em atraso.

Nem sei por qual devo começar… mas se calhar vou começar pelo que saiu ontem nos telejornais televisivos, mas que já saiu na impressa escrita á algum tempo e representa efectivamente uma grande poupança anual para os fumadores.
Sim hoje vou falar de tabaco, para quem não fuma ou não tem um fumador em casa este post não tem qualquer tipo de interesse.

Lá por casa temos um fumador convicto, não está minimamente interessado em deixar, nem quer ouvir falar no assunto, mas queixa-se sempre do dinheirinho que o tabaco leva no final do mês… a solução de poupança dele foi começar a comprar uma marca mais barata da que fumava usualmente, mas mesmo assim, só representava uma poupança de 6€ por mês, a solução que eu proponho representa uma poupança acrescida de 36€/mês, sim leram bem, pelo menos 36€/mês.

Vou vos falar das máquinas de fazer cigarros e do tabaco de enrolar.

Há várias formas de usar o tabaco de enrolar: pode-se enrolar á mão ou em máquinas, com mortalhas, com ou sem filtro e pode-se comprar os tubos dos cigarros já com filtro e enche-los de tabaco.
Eu optei por esta ultima hipótese, pois penso de longe que é o que se assemelha mais ao tabaco dito “normal” e a que é mais prática e cómoda.

Fui a uma tabacaria normalíssima e comprei a máquina, só tinham duas marcas ambas a 16€, mas já vi pela internet que há máquinas bem mais baratas, comprei uma caixa de 200 tubos de cigarros por 3€ e um pacote de tabaco, optei por uma marca conhecida de tabaco “normal” que me custou 2.15€ por 25g (deu para cerca de 24 cigarros), mas existem muitas marcas, muitos preços e maiores quantidades, é uma questão de se ir experimentando para se conhecer os gostos.

Pus-me a fazer contas… vamos supor, que uma pessoa que fume 1 maço de cigarros por dia, imaginando que compra uma marca que está a 3.30€ gasta (num mês de 30 dias) 99€, num ano 1204,5€, sendo que paga 0,165€ por cigarro.
Com a máquina de fazer cigarros, paga por “maço”, somando o tabaco e os tubos 2,09€, cerca de  0,105€ por cigarro (tubos – 3/200*20= 0,30 tabaco – 2.15/24*20= 1,792). Num mês pelo mesmo maço diário gasta-se 62,70€, o que representa uma poupança de 36,3€ e uma poupança anual de 762,85€ aos quais vou retirar os 16€ que a máquina custou, fico com uma poupança de 746,85€.

E como disse a poupança pode ser maior optando-se por outras marcas de tabaco.
Melhor que isto só mesmo deixando de fumar e aproveitar os 1204,50€ noutras coisas :P

Iogurte gelatina

Estou cada vez mais fã dos iogurtes da bimby, para além de representarem uma poupança imensa no meu orçamento mensal, são saborosos, são cremosos e são feitos totalmente ao meu gosto. Os iogurtes de compra dão-me sede, não sei porque mas dão, especialmente se forem de pedaços, por isso mesmo acabavasempre por comprar iogurte de aroma. Bem os iogurte que tenho feito aqui aqui não mais para os pedaços do que para o aroma, todos menos este. De inicio achei um pouco estranho, iogurte de gelatina? não leva leite em pó?? mas que raio... experimentei... não é que é optimo? solidifica (no fundo do copo até demais), tem o aroma excelente do sabor de galatina que colocamos, muito bom mesmo, já me estou a imaginar todos os sabores de gelatina existentes. Bom apetite!


Ingredientes:
Preço médio de custo: 1,18€

- 900g de leite
- 40g de gelatina de sabor (usei de ananas royal)
- 1 iogurte natural
- 30g de açucar (opcional, para a proxima acho que não coloco pois a gelatina já é doce)

Preparação:

Colocar 150g de leite e programar 2:30m. temp. 90º vel.3.
Adicionar a gelatina mantendo a velocidade mas retirando a temperatura durante cerca de 15 seg.
Adicionar os restantes 750g de leite, o iogurte e  açucar e programar 1m, temp. 37º vel.3.
Abafar bem o copo durante 8 a 10h (o meu por acaso teve mais tempo porque fiz o iogurte de manha e esqueci-me completamente dele até quase às horas de ir dormir).

Sopa de Tomate

O B gosta bastante de sopa de tomate, confesso que não é das minhas preferidas, mas uma ou duas vezes ao menos la lhe faço a vontadinha e junto-lhe o ovo cozido que ele tanto gosta (o desta foto coitadinho, rebentou ligeiramente, pois esqueci-me dele ao lume...), eu optei por comer a minha sopinha com croutons, recortei a minha fatia de pão com uma forma de fantasma (pelo menos tentei) e levei-a ao forno a torrar, ficou muito bom. Bom apetite!
Editei esta receita pois descobri como cozer ovos na varoma, muito prático para quem como o B gosta da sopa com ovo cozido.



Ingredientes:
Preço médio de custo: 1,16€

- 2 latas pequenas de tomate pelado
- 2 cebola
- 4 d. alho
- 30g azeite
- 500g de água
- sal e pimenta qb
- 3 ovos

Preparação:

Coloque as cebolas e os alhos descascados dentro do copo e pique 5 seg. vel.5, junte o azeite e refogue 7m, temp. 100º vel.1
Adicione as latas de tomate e triture 10 seg. vel.5 de seguida programe 10m, temp. 100, vel. 1
Acrescente a água e tempere com sal e pimenta, coloque os ovos na varoma e programe 20m, temp. 100º, vel.1
Quando terminar o tempo reduza o puré programando 30 seg. vel. 5-7-9.
Retire e sirva com ovo a gosto ou croutons.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Gratinado de laçinhos com atum

Tinha o resto da lata de atum com que fiz o paté de atum, tenho por habito comprar umas latinhas redondas e maiores que o habitual de atum no PD, gosto do atum deles pois não é demasiadamente salgado, mas regra geral só costumo usar meia lata nos cozinhados lá por casa (na maioria, quando só somos 2,5 a comer, eheh), e como já tinha esta receitinha debaixo de alho ha bastante tempo foi uma excelente oportunidade e uma optima surpresa, gostei bastante a mistura do milho e dos cogumelos e é uma receita onde se pode ir adicionando ou retirando ingredientes, certamente que levará o selo de repetir várias vezes :p Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,34€
- 250g  de massa aos lacinhos
- 1 lata grande de atum
- 1 lata pequena de milho
- 1 lata pequena de cogumelos laminados
- 1 cebola
- 130 gr de polpa de tomate
- 30gr de azeite
- queijo mozarela ralado q.b.


Preparação:

Coza a massa numa panela à parte muito al dente.
Colocque a cebola, o tomate e o azeite e triture 10seg vel.5 e de seguida programe 7m, temp.100º vel 2.
Acrescente o atum ligeiramente desfeito com o garfo, o milho e os cogumelos laminados e programe 5m, temp. 90º vel colher inversa.
Colocar a massa num pirex, envolver a mistura de atum, polvilhar com queijo e levar ao forno pré-aquecido a 200º, cerca de 15-20m para gratinar.

Bolo Brigadeiro

Eu Adoro, adoro o bolo brigadeiro do Cafe di Roma (desculpem a publicidade), mas é daqueles bolos que... só de pensar me fazem crescer água na boca, sempre que vejo uma receita que diz: "Bolo Brigadeiro" imagino como resultado final esse bolo, mas até agora só tenho tido decepções, não é que este seja mau, mas... começa pela cor, não tem aquele ar negro de chocolate, a cobertura levou muito tempo a engrossar (até acabei opr a fazer na panela) e pronto, ainda não foi desta que acertei. Alguém por ai com uma receita assim do estilo que descrevi? Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 4,72€

Bolo:
- 5 ovos
- 4 c. sopa choc. em pó
- 1 chav. de água
- 2 e 1/2 chav. de farinha com fermento
- 1/2 chav. de oleo
- 2 chav. açucar

Cobertura:
-1 lata leite condensado
- 5 c. sopa cheias chocolate em pó
- 1 e 1/2 chav. de leite
- 2 c. sopa de manteiga
- chocolate granulado para decorar

Preparação:

Misture o chocolate em pó com a água e leve ao lume a ferver.
No copo bata as claras em castelo 5m, vel. 3 e 1/2 com 1 pitada de sal e umas gotas de limão (as minhas montaram em cerca de 3m). Retire e reserve.
Bata muito as gemas com o açucar 4m, vel. 3, junte o oleo e programe mais 1:30m, deixe  avel. 3 ligada e misture o chocolate quente aos poucos assim como a farinha deixando bater um pouco.
Junte o preparado ás claras em castelo mas sem bater (eu fui vertendo a massa sobre as claras e envolvi com uma vara de arames).
Coloque a massa numa forma untada com margarina e polvilhada com farinha e leve ao forno médio (180ºC) durante cerca de 40m. confirme a cozedura com um palito.

Eu tentei fazer o recheio na bimby misturando todos os ingredientes e programando 15m, temp. varoma vel.2 (como está no bolo brigadeirão do livro dos doces), mas deve ser por ter leite começou a ferver e a deitar por fora a uma certa altura, por isso optei por retirar e meter ao lume até começar a engrossar (levou abstante tempo e só solidificou mais a sério quando arrefeceu).
Depois do bolo cozido e ainda quente pique todo o bolo com um garfo e deite o recheio por cima.
Decore com chocolate granulado.

Paté de Atum

Já faço este paté á muitos anos, é como eu gosto mais dele, às vezes vario, acrescento cebola, salsa... mas a base é sempre a mesma.
Para comemorar o halloween fi-lo em forma de "diabrete". Bom apetite!



Ingredientes:
Preço médio de custo: 2,06€

molho bechamel:
- 300g de leite
- 1 c. sopa de manteiga
- 1,5c. sopa de farinha

- 2 latas de atum (pode-se fazer somente com uma, se se desejar menos quantidade)
- 1 gema de ovo

Preparação:

Coloque todos os ingredientes para no molho bechamel no copo e programe 8m, temp. 90º vel.4 antes do tempo terminar confirme a consistência do molho, eu nesta receita gosto dele um pouco mais para o liquido).
Desfaça o atum com um garfo, junte a gema de ovo e mexa bem, tempere com sal e pimenta, se quiser nesta fase também pode adicionar a cebola e a salsa a gosto. ir juntando aos poucos o molho bechamel até obter a consistência do paté desejada.
Sirva com pão ou tostas.

Risotto tinto de Polvo

Gosto bastante de arroz de polvo e já fiz por diversas vezes a receita do livro base, mas desta vez apeteceu-me variar... devo dizer que ha várias meninas muito prendadas pelo forum dos bimbólicos (de onde retiro a maioria das minhas receitas) e uma delas tem o blogue figo lampo dá gosto de ler e vontade de provar uhmuhm nem se fala! eu resolvi testar a receita do rissoto tinto de polvo, gostei bastante, mas penso que coloquei bastante vinho e ficou assim com um sabor muito intenso para a proxima não irei colocar certamente 1 copo (de beber) de vinho, talvez um copinho de medida da bimby, eheh. Bom apetite!




Ingredientes:
Preço médio de custo: 3,70€

- 150g rissoto
- 1 copo de vinho tinto
- 1 polvo médio
- 1 cebola
- 1 cebola roxa
- 1d. alho
- 1/2 pimento vermelho (ou tomate)
- 1 l de caldo de cozedura do polvo
- 30g azeite
- coentros, sal, pimenta

Preparação:

Começe por cozinhar o polvo, coloque-o dentro de copo com 1 cebola descascada, sem sal e com água a cobrir somente as laminas e programe 30m, temp. varoma vel. 1 e 1/2 (lembre-se que o polvo tem de ser congelado antes de ser cozinhado). Retire o polvo e corte-o às tiras, reserve a água da cozedura.
Sem lavar o copo, coloque a cebola roxa e o dente de alho e pique 5 seg. vel.5, junte o azeite e o pimento picado grosseiramente e refogue 4m, temp. 100º vel.1.
Encaixe a borboleta e deite o rissoto, tempere e programe 18m, temp. 100º vel. colher inversa. Vá adicionando o caldo aos poucos, deixando o arroz absorver antes de colocar mais caldo. Uns 4m antes de terminar o tempo adicione o polvo, e 1 minuto antesde terminar o tempo adicione o vinho tinto, e diexe evaporar.
Polvilhe com coentros